sábado, 13 de outubro de 2012

Ser pontual? ah que sonho!

Uma das coisas que mais me irritavam era pessoas que se atrasavam e usavam umas desculpinhas bem dificieis de acreditar, tudo pra justificar sua "irresponsabilidade" com compromisso...
Pois bem, me tornei uma dessas pessoas!
Quando eu tinha só o Pedro eu nunca estava atrasada, sempre chegava no horario certo, e arrumadinhos pra festa! E pensava: - Como é que essas mulheres não conseguem fazer as coisas?! Eu tenho filho e consigo fazer tudo! . mas agora com o Artur e com o Pedro isso é uma missão impossivel!!!
La vamos nós convidados pra uma festinha infantil, eu estava toda animada pra primeira festinha juntinho dos meus filhinhos, e começa a maratona.
A festa começaria as 18h, e viriam nos buscar as 16:30h, já que o Vando estava trabalhando, mas uma outra amiga iria com a gente, então foi adiantado nossa saida para as 16h. Já havia gritado a sogra pra ajudar, ah! e esqueci de mencionar que o meu irmão de 5 anos também iria!
Tudo pronto pra um caos!
Sogra ajudando, Pedrinho correndo, Artur gritando, meu irmão tentando amarrar o cadarço e eu com a camisola do dia anterior que ainda não tinha conseguido tirar!
Olhei no relógio e eram 15:20, quando a pessoa que nos levaria pra festa chegou!
Lasqueira... tava tudo bagunçado, nem se que tivesse uns 15 braços iria conseguir sair na hora!
Sabe aquela história que você liga pro seu amigo pra perguntar se ele  já chegou no local combinado, ele diz que tá saindo de casa e ainda nem se arrumou, pois bem! Sou eu!
Já passava das 16h quando finalmente consegui arrumar os 3, só esqueci de uma coisa: EU.
Correndo muito pra conseguir fazer tudo, já com a roupa na mente, sai do banho num pulo e peguei aquela blusa que estava guardada há anos e eu tinha certeza que ficaria ótima... até eu coloca-la e perceber que 1 mês e 20 dias depois da segunda cesareana provavelmente aquela blusa que entrava quando eu tinha um corpinho 38 não entraria mais... e não entrou.
Eu não sei onde é que eu estava com a cabeça pra achar que aquela blusa entraria em mim... desesperadamente procurei outra blusa, que cobrisse a barriga, não marcasse as gordurinhas extras e ainda fosse fácil para conseguir amamentar o Artur sem que ninguém percebesse. Ou seja, não iria mais, porque era impossivel achar uma assim...
Não teve jeito, coloquei uma blusa PRETA! minha coringa nessas horas! 1 hora e meia atrasada, mas finalmente conseguimos sair de casa.
Entra 1, 2, 3 e eu no carro, vamos pra festaaaaaaaaaa!!!!
Pegamos minha amiga e a fliha dela. E nunca quis tanto dar um abraço, como quis dar no cara que inventou o carro de 7 lugares! Lindamente fomos todos confortáveis e cada um na sua cadeira!
Chegamos na festa, Pedro já saiu correndo e Artur só queria mamar mamar mamar e mamar... Meu Deus!!! nem chegamos direito e lá vai eu pro fraldário amamentar o Artur, que decidiu mamar quase que a festa inteira!
O Vando chegou. Aleluia!!!
Pedrinho ficava se divertindo com o pai, enquanto eu me entupia de guloseimas...que maravilha! só esqueci de um detalhe: EU AMAMENTO!!!!!!!!!!!!
Depois do 6 ° bolinho, descobri oque era aquele sabor... presunto!
Ai já era tarde né... Pedro ainda se arrastando pra vencer o cansaço e aproveitar até o último minuto, o Vando estava exausto de correr atrás do Pedro, meu irmão não saia dos videos games, tanto que eu esqueci dele por 1 hora, mas lembrei a tempo da festa acabar e a gente ir embora, o Artur só queria saber das "tetas" , e eu comi bolinhos de presunto e só lembrei que não havia penteado o cabelo quando estavamos voltando pra casa!

* saldo:
Papai e mamãe cansados ao extremo, Pedrinho super feliz, o Artur com cólica, mas sem largar as "tetas" e a certeza de que nunca mais vou conseguir vestir aquela blusa!!!!!!!!!!!!!!!!!

E que venham as próximas festinhas! Podem nos convidar hein gente! Até os 15 anos do Pedro eu vou conseguir ir e não me atrasar!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!







sim... sou eu tentando pegar o Pedrinho que havia ficado preso dentro do brinquedo!


Olha como o Artuzinho me olha... ele me vê como uma mamadeira gigante!



Esse de preto, o primeiro garotinho vidrado no game é o meu irmão ! Justificando o esquecimento!


7 comentários:

  1. Vocês são lindos e abençoados! Atrasar é mais do que normal, o importante é ser feliz!!! Bjks no ♥!!!

    ResponderExcluir
  2. Oi Júlia!

    Olha eu ainda não tenho filhos, mas as vezes invento de passear com meus primos ( 1 e 7 anos) e meu afilhado (3 anos). É um caos, mas no fim vale a pena ver a felicidade deles! Que venham muitas festas! Vocês merecem! bjos

    ResponderExcluir
  3. Oi Júlia,também passei por alguns problemas desses que vc passou.Tive dois filhos com um intervalo de um ano e dois meses da Thaís para o Diego.Foi uma loucura com dois bebês pra arrumar,lembrar de todas as coisas que tinha que levar.Foi uma loucura esse tempo,mais passaria por tudo de novo,pois foram momentos maravilhosos que passei com meus filhos e ainda passo com eles porem adultos com 23 e 22 anos.parabéns por vc ser essa guerreira e pela linda família que Deus lhe deu.Que vcs sejam muito abençoados!!!!Um grande abraço Eliane

    ResponderExcluir
  4. rsrs mais no fim todos se divertirao como amuito tempovcs naum conseguiam fazer , e isso ai divirta-se muito e muitooooo mais vcs mercem !! bjus

    ResponderExcluir
  5. Me emocionei de ver tanta alegria e felicidade, mãe é assim mesmo, é só mãe nessas festinhas, depois que ficam grandes, parece que a festa fica vazia, não temos mais que correr atrás de ninguém, até........virem os netos. Bjo

    ResponderExcluir
  6. hehehe
    q correria em Julia...
    mas gracas a Deus o pequeno pedrinho se divertiu bastante...
    nossa como fiquei feliz em saber da cura dele...
    realmente é uma licao de vida para tds q acompanharam ele pelo blog...
    tanto da parte dopedrinho como da parte de vcs...
    parabens pela garra q tiveram...

    ResponderExcluir
  7. Só tenho uma filha, mas também fico em cada enrascada! No final, exausta, porém feliz!
    e você é linda!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir

Essas são histórias da vida da família Ribeiro, qualquer semelhança com a ficção é mera coincidência !